Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Violet Clouds

Foi o fim.

A razão pela qual não tenho publicado nada ou respondido aos vossos comentários foi esta. Tenho tomado conta da minha Nininha. Levá-la ao veterinário todas as semanas, até todos os dias. Vê-la a perder o apetite, a vontade de passear, a deixar de ladrar. A não levantar a cabeça quando a chamávamos, a não correr até à porta quando a campainha tocava. A deixar de nos dar beijinhos. A perder o andar.

Tentámos os tratamentos, levá-la ao colo até à rua, dar-lhe comer à boca. Nada.

 

E hoje, tivémos de tomar uma decisão: acabar com o sofrimento dela. Já não havia nada a fazer. As veterinárias foram sinceras connosco nesse aspecto.

Vou ficar por aqui: não tenho vontade nenhuma de escrever.

Espero que ela nos perdoe.

Oh, oh, foi dia para os doces.

Mas não comi isto tudo, prometo-vos.

 

Não sou mulher de compras, shoppings, fóruns e afins. E não me interpretem mal, por favor. Apenas me dou mal em sítios com muito barulho, muita gente ou até mesmo muita confusão. Mas há dias da semana em que não estão cheio de todo e portanto, o trio maravilha cá da casa decidiu passar a tarde de uma outra forma.

A pedido da minha irmã, passámos pelo cemitério para visitar a última morada da nossa mãe. Como ela era nova, foram poucas as oportunidades que teve de lá ir; ainda que já não esteja lá, foi uma visita simbólica para ela, para mim e para a minha tia. A seguir fomos alegrar-nos com... Doces. Passámos pelo fórum Barreiro e visitámos algumas lojas, à procura de souvenirs e de artigos para nail art que, infelizmente, não haviam no momento. Seguimos o nosso caminho rumo ao McDonalds para comer um Sundae (porque estava uma tarde horrivelmente quente) e descobri que dá para pedir o Sundae com dois sabores... Opá, sim, é burrice minha. Nunca calhou em perguntar! Só sabia dos toppings de suspiros, bolacha ou amêndoa... Nunca é tarde para aprender, verdade?

E - cortesia da madame tia - fica aqui uma foto dos nossos gelados e uma colher bastante convidativa.

 

(Sundae de Morango e Chocolate, Duplo Caramelo e Chocolate e Caramelo)
Sim, ela disse que queria ser ruim para quem visse a foto.
Em cima de um gelado destes, o que calhou muito bem foi um café. E quando lá chegámos dei com um conjunto de biscoitos muito giros e originais.
Isto vem, muito provavelmente, fora de horas e desactualizado. Mas como andei cá com umas voltas no calendário, idas ao veterinário com a Nina e às urgências hospitalares da cueca, tive de deixar este para mais tarde. Mas penso que valeu a pena! Não é todos os dias que se encontram coisinhas destas (as bolachas, digo). Amanhã sou capaz de contar mais qualquer coisita, já que vou à capital.
Boa noite,
Daniela

Lógicas da Batata #2 - Urgências Hospitalares

Aviso: É provável que leiam algo um pouco diferente daquilo a que estão habituados a ler da minha parte. Espero não ofender ninguém!

 

Pronto, afinal esta "espécie" de rúbrica não ficou esquecida, meus amores. Trago algo excelente (para meu mal) para vos contar que se enquadra aqui na perfeição.

 

Como já devo ter dito por aqui, sou da região da Moita, em Setúbal. Por consequência, os hospitais mais próximos de mim são o Hospital Nossa Senhora do Rosário e o Hospital do Montijo - que nunca lá pus os pés - e não são conhecidos pelas melhores razões.

"Mas estás a falar de hospitais porquê?", perguntam vocês.

 

Eis a razão: ontem à noite, ao transportar a minha tia para a cozinha - para tratar da tensão arterial dela, que estava a descer - ela perde a consciência e caiu atrás de mim. Infelizmente não a consegui apanhar e caímos as duas, ela no chão e eu com a cabeça contra a ladeira da porta. Assim que a acordaram e nos acudiram, acharam melhor levar-me ao hospital porque a pancada tinha sido muito forte e eu comecei a ter sonolência e perda de reconhecimento. Portanto, chegámos lá, sou chamada a triagem, tratam da minha ficha, pulseira amarela. Okay. Mandam-me seguir (fui a andar como uma barata tonta) para a ala de internamentos até a médica me chamar. Assim feito, sento-me na maca a agarrar-me a tudo o que era sítio e explico à mulher o que se tinha passado.

Eis que a "madame" se vira com uma grande lata e me diz "Pois. Confusa uma ova. Esta gente agora dá-lhes na veneta, querem vir apanhar radiação porque é giro. Foi assim tão grave que você está a contar-me as coisas todas! Disparates, parvoeiras!!!". Fala-me num tom de troça e com toda a sua conversa, conclui que estou a alucinar.

 

Claro, minha senhora! Eu agora vou para o hospital com o estômago às voltas, meio taralhoca das ideias e com meio corno partido porque me apetece e gosto de ver a sua linda cara! Ia mesmo andar à cabeçada contra a parede para lhe ver os lindos olhos! Ainda por cima é linda e jeitosa, a bicha. Deus me valha. Isto foi só un petit commentaire, sim?

 

Enervada, segui para a sala de espera, para o TAC, de novo para a sala de espera. A madame volta muito mansinha, relata que a TAC estava normal mas que devia ficar sob vigilância durante 48h e aplicar gelo frequentemente. Quando chego cá fora, a minha tia conta-me muito satisfeita que explicou o sucedido a uma enfermeira e que pelo caminho, ela levou nas orelhas. De qualquer das formas, que médica é que diz uma coisa daquelas? Santa Barba Bendita.

Pronto, mais um lindo episódio de genialidade da cueca passado no Barreiro. Genius!

 

Un petit a part #6

Fui baptizada em 2006, com quase 13 anos. Proibiram os familiares de fotografarem a cerimónia porque mais tarde, iam indicar-nos onde nos deveríamos dirigir para obter as provas. A minha tia/madrinha voltou para casa e por estes lados, a igreja não me dizia nada porque eu era muito nova para tratar dessas coisas e a minha avó não se quis dar ao trabalho.

 

Aos 20 anos, após alguma pesquisa, descobri a loja. E depois de 45 minutos a olhar para os negativos, achámos as fotografias todas.

 

Nail Art #5 - Three distinct generations

Boa noite a todos por aí!

 

Para hoje tenho um post maiorzinho sobre nail art, algo que já não aparecia por estas bandas há algum tempo. A manicure não andou muito inspirada para esses lados e eu andei a dar descanso às mãos, já que elas são muito fraquinhas. Com a minha irmã a passar cá as férias, tivemos mais uma "cobaia" e assim, apresentamo-vos três tipos de design!

 

As minhas são estas:

(Verniz Endurecedor Casco de Cavalo; Marfim, Cliché; Kiss preto e prateado; Verniz transparente, Carlos Santos)
Ao invés do branco corrector, utilizou-se um verniz mais cremoso - que também é branco - e os traços a preto e prateado foram feitos com o os vernizes delineadores. O verniz preto que temos da Kiss... Bem, acabou-se! Acontece. Mais um item numa futura lista de compras. Em seguida, tratámos das unhas da minha irmã. Após serem limadas e cobertas com uma camada de verniz endurecedor (a magana saiu a mim), aplicaram-se duas camadas de verniz cor-de-rosa bebé. Com o preto, fizeram-se as pegadinhas. Algo simples e bonito.
(Verniz Fortalecedor, Casco de Cavalo; Baby, Cliché; Kiss, preto; Verniz transparente, Carlos Santos)
Por último, foi a vez da própria manicure a tratar das unhas dela. Optou basicamente pelos mesmos vernizes que eu, trocando o "Marfim" pelo "Andorra", da mesma marca. E honestamente, não sei explicar muito bem a ideia dela, mas que ficou bem, ficou!
(Verniz Fortalecedor, Casco de Cavalo; Andorra, Cliché; Kiss, preto e prateado; Verniz transparente, Carlos Santos)
Bem, já são três exemplares. Creio que compensaram a ausência deste género de posts por aqui! Por hoje é tudo, amanhã passo por cá com novidades!
Boa noite,
Daniela

Praia!

Boa tarde a todos, gente! E que venha o fim-de-semana! (Não quero que o fim-de-semana chegue, mas isso fica para outro post).

 

Já fui à praia! Com toda a graça do Senhor, já pude ir à praia e deixar de fazer reclame à lixívia. Ganhei alguma marquinha do fato-de-banho, apanhei um escaldão nos pés, ri muito e relaxei bastante. Teria sido o mesmo hoje mas, incompreensivelmente, estava mau tempo na praia. Deu para ir um pouco à àgua - e arrepender-me disso ao sair - secar, comprar um gelado e voltar para casa. Mas ontem foi o primeiro dia da minha época balnear e foi excelente! Rumo à praia da Lagoa de Albufeira (para a zona do mar), largámos as malas e cumprimentámos o mar.

Apenas não compreendi (não só ontem mas hoje também) porque raio me olhavam de alto abaixo com cara de choque. Eu sei perfeitamente que o fato-de-banho não tem lá grande graça e que tenho peso a mais; até já estive muito mais magrinha há pouco tempo. Mas o aumento de peso deve-se tabém ao facto de não poder abusar no exercício físico durante a cicatrização interna da área onde fui operada (que são dois anos, máx). Mas já estive bem pior. E mesmo que estivesse mais gorda, mas porque porra continua o preconceito? Já não há respeito. Valeu-lhes de muito, porque não fui muito simpática. Enfim. O que compensou foram os gelados caseiros que uma senhora vende lá todos os anos. Não engordam e são bem melhores que os da Olá, feitos com carinho e dedicação!

Também me apercebi que fiquei demasiado sensível à praia depois de me ter desabituado. Embora não seja caso para preocupações porque facilmente recupero alguma resistência ao Sol, sei que me faltam algumas coisas essenciais. Daí, é provável que vá visitar o Continente em breve para tratar desse petit a part. Prometo depois mostrar-vos as aquisições todas. E portanto, nada mais posso adiantar-vos senão algumas fotos do dia de ontem.

 

(da mais escura à mais clara)
(o namorado e eu, depois de lhe dizer onde estava a camera!)
(eu e a minha tia, feitas chiqui, béim.)
Boa tarde,
Daniela

Un petit a part #5

Portanto, odeio soluços. Hoje então detesto-os ainda mais. E como não os tinha há mais de uma semana, decidiram aparecer quando não posso beber água porque estou a utilizar um gel para curar uma desgraçada de uma afta.

 

 

 

 

 

 

 

E não há susto que passe. Por amor de Deus...  Não podiam ter vindo noutra altura?!

Visitas para breve!

Ora bem, é Sexta-feira, minha gente. Espero que estejam a ter uma noite agradável fora de casa ou perto dos que mais amam.

 

Creio que tenho vindo a evoluir como blogger ao longo destes quatro meses (?). Estou a tentar adaptar os meus posts a algo mais pessoal e não-tão-compridão. Era disto que tinha saudades e com paciência e alguns momentos zen, estou a moldar aqui o canto ao meu gosto. Portanto perdoem-me se o blog não está da mesma forma que ontem e se amanhã voltar a mudar. Isto é como ir comprar roupa... E acho que é isso que me faz querer achar um template adequado o mais rápido possível.

 

Passemos à frente. Já me passou ou então não a paranóia do mp4. Pus na cabeça que assim posso refazer as playlists (e desta vez guardar as músicas que encontro!), pelo menos até poder comprar um leitor de música novo. Nisto acabo por decidir que, se quando as promoções para o regresso às aulas chegarem a Worten não apresentar modelos novos, leva um par de cornos e vou à Radio Popular. Há meses que a Worten não apresenta um equipamento de jeito... Enfim.

E continuando para o assunto principal deste post... Vou ter visitas muito em breve. Na próxima Terça-feira vou buscar a minha irmã, para passar uma semana connosco; com isto, eu e a minha tia fizemos um contrato. Antes de ela chegar, vamos limpar o meu quarto a fundo e tentar livrá-lo de tanta coisa que se foi acumulando. Assim que ela chegar, vão ser dias seguidos de praia. Das ditas limpezas de verão, a casa de banho e a marquise já foram despachadas. Talvez vos apresente o meu quarto quando estiver terminado!

 

Bem e por hoje é tudo. Amanhã vão começar as ditas limpezas e talvez só poste no Domingo com boas novidades.

Boa noite,




Daniela

Le neuraaa!

Epá... Errm... Ehh... Desculpem-me. Só me apetece gritar, partir a parede do meu quarto à cabeçada, arrancar o cabelo ao puxão... Sei lá.

 

Okay, não é preciso exagerar. A parte de gritar é suficiente.

Antes que comece a contar-vos como toda a vida fui doida por música, vou directa ao assunto. Não sei se cheguei a dizer-vos que o meu leitor de música estava a dar as últimas, porque a bateria descarregava automaticamente. Quando reparo que estou a utilizar um cabo diferente, pensei em trocá-lo para ver se aquilo carregava melhor e tal. Cheguei a ter a lista de músicas aberta e pensar em fazer uma cópia. "Nah, se é bateria, ao menos depois fico com uma espécie de pen."

 

Uma ova.

 

Quando retirei aquilo do carregador, começou a piscar sem fim e ao conectá-lo, descubro que o disco ficou vazio. Caiu-me o queixo ao chão e voltou para trás. Tinha quase 150 músicas (ok, são poucas, mas eu escolho-as a dedo... é uma espécie de museu) e depois de algum tempo, apenas tenho 95 guardadas no computador; as restantes foram cortadas e coladas de um lado para o outro.

Enfim... Assim lá sou forçada a repensar o meu reportório musical. De qualquer das formas, não tenho visto leitores de música decentes, acho que vou esperar até saírem novos. Espero amanhã, depois deste balde de água fria, contar-vos como correu o dia de hoje!

 

Boa noite,

Daniela

Experiências novas

Boa noite a todos vós! Toca a celebrar o fim-de-semana!

 

Bem, tentei não usar um título muito evasivo. Mas passo-vos a explicar o porquê. Esta foi a última semana do namorado no seu curso e na quarta-feira, ele teve de ir ao local onde estava a estagiar, perto de Algés. Sendo a última vez, ele quis dar-nos uma prenda... De Belém. Há uns meses, quando começou a passar por lá, trouxe-me uma caixinha de Pastéis de Belém. Mas os pobres coitados vinham frios e saíram - provavelmente - de uma má fornada e fiquei desconsolada. Nunca tinha comido pastéis de Belém na vida e aqueles não faziam justiça ao que ele dizia, que eram excelentes. Como o namorado concordou, prometeu que traria mais quando lá passasse de novo.

 

 

E trouxe. Como me disseram, perdi a virgindade dos Pastéis de Belém. E desta vez, aprovo a excelência deles. (:

E vocês, também os aprovam?

 

Boa noite,

Daniela

Light Purple Pointer
Follow on Bloglovin

Quem passou por cá ♥

Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D