Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Violet Clouds

Un petit a part #11

E por vezes não sei bem o que contra-argumentar. Tendo eu vinte anos, pergunto-me o que se passa na cabeça dos mais velhos. Desistem mais depressa, derrotam-se mais facilmente. Uma amiga da minha família decidiu pura e simplesmente entregar a filha ao pai, depois de muitos anos a batalhar contra ele em tribunal pela sua custódia. Porque ela mentiu - uma coisa que não é de espantar numa criança de dez anos.

 

 

Gosto de ouvir as pessoas para as aconselhar mas aqui, nem saberia o que dizer. Sabendo que não vou ser ouvida e sentindo-me chocada com a desistência tão fácil. Fico atordoada.

 

Mas será que ninguém se coloca nos sapatos daquela criança?

As minhas traquitanas #2 - Minerais, gemas, cristais!

Boa noite a todos! Espero que tenham tido um dia com muitas surpresas boas! Hoje posto algo já um pouco tarde, mas é o meu melhor horário até agora após trabalhos por fazer, entregar e tudo o mais.

 

Prometi-vos há já algum tempo que vos ia mostrar as minhas coleções - os meus amores - e quis começar pela que mais gosto. Acho que nos dias que correm, a maioria de vós já viu uma banca de minerais e gemas por aí a vender artigos simplesmente lindos. O meu fascínio por pedras minerais surgiu na escola, quando vi uma banca destas pela primeira vez. Lembro-me de andar lá horas a admirar os pequenos cristais e a fazer contas de cabeça, para saber quanto podia gastar e quantas pedras podia eu comprar. Com o tempo, fui colecionando e ainda não acabei! Comecei a recolher pedras com estilos únicos em passeios e tudo mais. A coleção de minerais e gemas que terminei há algum tempo saía pelo Correio da Manhã e a muito custo (tive alguns azares com o estado em que algumas coisas vinham das carrinhas), completei-a. No total são 40 mineirais e gemas, um glossário e 40 revistas com vários artigos relacionados.

 

Como o post é um pouco grandote, vou abreviá-lo, okay?

 

Boa noite,
Daniela

Quando se começa a perceber...

... Que o bicho dos computadores se pegou a mim. Boa noite a todos! Que novidades contam?

 

Portanto, há duas semanas que comecei o curso de programação informática. A minha opinião mantém-se a mesma, acho aquilo giro mas não ando a correr felicíssima por belos campos de flores a celebrar o acontecimento. Porém, já há coisas que faço de forma diferente desde que me iniciei: chamo as coisas por nomes complicados que nem fazia ideia do que eram antes, procuro por soluções de outras formas... Por exemplo, acabei de limpar o meu computador porque tinha algumas toolbars instaladas (aquelas muito chatas que se instalam sozinhas). Mas antes removia-as sem saber como e festejava, agora removo-as... Sem saber na mesma como, porque utilizei todos os métodos convencionais e só resultou quando perdi a cabeça e procurei por um outro programa, a pensar "desde que resulte, que se lixe!". Agora celebro-o, como estes bonequitos!

 

Moving on... Através do blog Ahh, la vie. da Danny, descobri um site de cursos online muito interessante. Pensei em inscrever-me em dois, mas como já tenho o de programação (o qual me exige muitos trabalhos), deixei-me ficar por apenas um. Aconselho a quem gosta de aprender!
Amanhã mostro-vos uma das poucas coleções que tenho e das quais me orgulho muito: alguém daqui gosta de gemas e minerais?
Boa noite,
Daniela

Un petit a part #10

Isto de já ter três trabalhos em mãos - dois para apresentar amanhã, um a seguir ao outro - não está com nada.

Ao invés de fazer un petit commentaire, coisa que tentei arranjar palavras para escrever durante imensas horas e desisti, resignei-me a terminar de ver o filme que me estava a distrair no momento e agora sim, escrever-vos qualquer coisa e estudar.

 

Isto de falar de processadores, periféricos e andar a ressacar chocolate não está com nada...



 

No fim de contas, o que queria contar-vos não se escreve, sente-se. Portanto vou continuar a explorar esta sensação enquanto estudo. Tenham todos uma boa noite,

 

Daniela

Algumas partes de mim que se revelam.

Boa noite a todos, queridos leitores! Já é Quinta-feira, bem próximo do fim-de-semana. E há quase duas semanas que dou valor a essa pequena folga semanal!

 

Perdoem-me por não vos visitar tão regularmente como é costume. É programação e ainda é matéria muito básica, mas dá conta dos meus miolos num estalar de dedos. Embora esteja a dizer isto, há certas partes de mim há muito escondidas pela inactividade que voltam à superfície e se aperfeiçoam de uma forma pela qual não me tinha apercebido.

Desde que comecei o curso que me sinto muito mais responsável. Acordar a horas, manter os apontamentos limpos (por muito que acredite que esta parte não vá durar), andar mais organizada e tentar arrumar o meu quarto antes de sair de casa. Agora há um comboio para ser apanhado a horas, módulos para serem terminados à primeira e coisas que me sinto na obrigação de as fazer. Faz-me alguma confusão deixar tarefas antigas para outras pessoas mas com seis horas diárias ocupadas - principalmente à tarde - não tenho muitas formas de me desdobrar em quatro ou cinco Dani's que possam fazer tudo.

 

Mas gosto desta sensação. De me saber organizar melhor e estar a lutar por algo que me vai enriquecer a nível pessoal, ainda que não seja a minha praia. Sinto-me muito mais útil e activa!

 

Outra coisa que me deixa espantada é a minha forma de me vestir. Não andei a comprar roupa nova, mas cuido-me de outra forma: preocupo-me com maquilhagem (a qual já arranjei poucas formas de me desenrascar), cores a serem combinadas, acessórios e até a forma como arranjo o meu cabelo. E (muito importante!), achei pessoas que gostam de ler e começámos a trocar livros uns com os outros. As minhas preces foram atendidas e um colega meu emprestou-me um livro escrito em inglês, chamado "City of Bones". Quando o terminar, já o fiz prometer que me iria emprestar uma compilação de todas as obras de Shakespeare! E por muito enfadonho que soe, aquilo é muito mais giro do que aparenta... Porque só o tamanho do livrinho assusta.

 

Enfim, uma mão cheia de novidades. Quero contar-vos tudo sobre esses livros, sobre as minhas novas descobertas e tudo mais. Infelizmente, também tenho de concluir alguns trabalhos... Mas fica agendado! (:

Boa noite,

Daniela

O meu baptizado!

Boa tarde a todos!Sim, hoje é o dia em que falo de algo em específico por cá, eheh!

 

Recordam-se deste post?

Pois. Depois de muito tempo a prometer-vos as fotografias, hoje arranjei um pequeno intervalo para as publicar. Muita gente me pergunta com que idade fui baptizada; fui aos 12 anos, a um mês de completar os 13 anos. Queria ser baptizada e fazer a primeira comunhão, o que me levou a entrar na catequese dois anos antes. Lembro-me de estar muito nervosa - estávamos todos ansiosos pelo nosso dia, para nos sairmos bem - e de me sentir "bonita".

 

Cá vão as fotos de quando eu era mais nova (e mais gordinha, eheh!):

 

(o princípio)
(o padrinho)
(a madrinha)
(nyah!)
(até no baptizado ela me dá um caldo na testa!)
(e por fim, a comunhão!)
(a madrinha, tia e a manicure responsável pela rúbrica "Nail Art")
(a minha irmã e o meu pai, depois da cerimónia ter terminado ♥)
(e aqui, com a minha prima, a minha irmã e o meu bisavô!)
Bem, eu tenho muito mais fotos resgatadas da loja. E outras tantas que sobraram da máquina da minha avó (as da rua)... Mas ia encher muito o post, portanto escolhi algumas. Se me orgulho? Muito! Adorei este dia e adorei ver toda a gente junta. E adorei ainda mais saber que ainda existiam as fotografias para um dia mais tarde recordar.
Curiosidade: Hoje em dia, aquele vestido fica-me um pouco mais largo. Menos na parte do peito... Mas ainda serve!
Boa tarde,
Daniela

Mais aventuras da noob... Em Programação Informática!

Boas noites gente! Como foi o vosso fim-de-semana?

 

Bem, eu já dei início à segunda semana de aulas. Até agora, tenho a dizer que as coisas vão melhorando progressivamente. Já me sinto muito mais à vontade ao redor dos meus colegas: conversamos, andamos na palhaçada, levamos a maioria do tempo na risada. A nível de aulas e matéria, não tenho nada a dizer senão o facto de já andarmos carregados de trabalho. Para Arquitetura Interna de Computadores e para Dispositivos e Periféricos, andamos a desdobrar-nos em trabalhos assombrosos que no fim de contas não são tanta coisa assim, mas têm que ser feitos. Também já não me sinto tão burra de todo... Parece que até percebo qualquer coisa daquilo. Ando só meio porque não tenho dormido nada (como por exemplo a noite passada, estive na esquadra da polícia até às seis da madrugada a acompanhar uma amiga da família por motivos pessoais) e então... Há que repôr o sono.

 

Também tenho andado de más conversas com os meus pés! Antes do curso torci e "abri" o pé direito, entretanto começaram a doer-me os dois pés... E hoje fui mesmo dar com o tornozelo do pé direito no bico da gaveta do meu estúdio (a cama de baixo). Só sei que a dor foi tão fininha que roguei umas quantas pragas e disse palavrões que provavelmente nem existem. Depois de todo um dia a batalhar contra as minhas botas - cujas solas se lembraram de se tornar independentes e despegarem-se - volto a ter dores.

Já não me espanto de me chamarem "Dra. House". Eu e as moletas temos uma daquelas relações de amor-ódio que tem de ser revivida a cada x de tempo.

 

Espero poder trazer-vos novidades esta semana! Tenho algumas coisas guardadas para vos mostrar!

Boa noite,

Daniela

Que não me tomem por ingrata ou arrependida

Que fique claro, não me arrependo da escolha que fiz no início da minha adolescência. Tenho plena noção de que não teria vivido os mesmos desgostos e as mesmas alegrias se tivesse escolhido partir para o Norte. Seriam outros desgostos, outras alegrias. Talvez me tivesse tornado noutra pessoa mais ou menos segura, mais ou menos confiante.

 

Nunca o saberei.

 

Mas sinto-me vazia quando vos vejo em fotografias todos juntos. Numa fracção de segundos, a minha pele arrepia-se em prol de todas as minhas memórias convosco. De quando nos reencontrávamos duas semanas antes do Natal, uma semana antes da Páscoa e no início do Verão. Dou por mim a sorrir que nem uma tola quando revejo as nossas figuras entusiastas, em torno da mesa de reuniões redonda ou agrupados nas escadas a planear um assalto à cozinha do primeiro andar (onde estavam escondidas as prendas de Natal). Ou caso não fosse Natal, a pensar numa forma de invadirmos a intendência e roubar-mos o maior número de batatas fritas e doces possível.

Se viajar um pouco mais atrás no tempo vou maravilhar-me com a recordação do coliseu do Porto. Iluminado e misterioso, onde nos agrupámos um par de vezes para rirmos e nos vislumbrar-mos com os palhaços. Ver-vos andar num pónei e ficar atrás porque era gordinha demais e tinha medo de aleijar o bichinho. E por casa, ficávamos a matar patos e partir pratos na consola, rindo como doidos. Ou das nossas birras, quando ficávamos doentes. Vou sempre lembrar-me da nossa alegria contagiante - e da paciência enorme da tia e dos monitores - quando nos levavam a um dos shoppings para um filme e para ir ao McDonalds.

 

Sim, vou lembrar-me das últimas vezes que estivemos todos juntos. A conversar sobre o que fazíamos na escola, a comparar-mos telefones, a brincarmos como se ainda tivéssemos seis anos e a comentar as maravilhas do primeiro Messenger. Também me irei relembrar das viagens até à praia... Dos grupos enormes, da risada geral, das vergonhas que nem ligávamos. De virmos todos na parte traseira da Ford Transit a combinar quem é que ia tomar banho primeiro e o que íamos comer ao jantar, já com a ideia de ir comer cereais. Vou rever os vossos rostos nos meus pensamentos, tristes ou sorridentes, talvez mesmo até sonolentos, dentro daquela carrinha. No final da tarde, depois de muita aventura e palhaçada. Depois de por breves momentos sermos super-heróis imaginários, com super poderes e super fatos-de-banho porque sim, porque queríamos e podíamos.

 

E sempre que vos ver juntos, em fotografias, vou voltar a lembrar-me de tudo isto e muito mais. E vou sentir-me vazia outra vez, porque mal me conhecem. Porque mal nos vemos ou falamos, mesmo na vasta internet. Porque podia estar a partilhar as mesmas alegrias que vocês. Apenas me restam as memórias e a esperança de um dia ter coragem para vos convidar a um reencontro. Quem diria que uma associação nos faria criar laços tão fortes?


 

 


 

Daniela

Não estava mesmo habituada...

É provável que o cansaço que esteja a sentir nos últimos dois dias seja por dois motivos.

 

Ou não estou mesmo habituada a estar dedicada a algo por logo seis horas diárias... Ou talvez o entusiasmo não me carregue com a força que devia.

 

Lembro-me perfeitamente de praticar este horário há dois anos atrás, ainda que tenha durado um punhado de dias. Recordo-me do dobro dos transportes, o dobro do stress e o triplo do trabalho. O ambiente era diferente. Mas o cansaço era pouco ou nenhum. Já disse isto várias vezes, programação não era o que eu queria. Quando apontei o dedo na lista de cursos que iam abrir, procurei o mais próximo que havia de Multimédia para poder fazer algo por mim. E já disse isto no post anterior, não desgosto de Programação! Aliás, se me perguntarem "mas o que achaste de Multimédia ANTES de lá entrares?". Pfft. Roguei cinquenta mil pragas ao IEFP até compreender que aquela era mesmo a minha área. Foi um punhado de dias que me disse "wow, afinal há algo que eu goste." Amor à primeira vista, see? Isso ou o facto de não me ter sido dada a oportunidade de concluí-lo. Saía de casa a correr, chegava a casa aos pulos. E hoje saio de casa nas calmas e entro arrebatada. Só me senti curiosa e interessada em descobrir mais alguma coisa que fosse hoje quando se abriu um computador e pudemos mexer e espreitar lá para dentro. Mas ainda estamos no princípio. Talvez me acostume... Talvez lhe ganhe gosto. Estou bastante grata pela oportunidade de voltar a estudar e de evoluir como pessoa.

 

Vamos ver no que dá... 

 

Boa noite,

Daniela

Aventuras da noob... Em Programação de Informática!

Aaah! Genti, já estou descansadíssima! O primeiro dia no CEF 7 em Setúbal foi hoje e devo dizer que correu bem.

 

Honestamente, fiz tudo de manhã sem pressa alguma. Acordei, vesti-me, folheei o jornal da Dica (do LIDL) e fiquei toda contente com os produtos natalícios (porque sou pior do que os miúdos...). Perto da uma, fui com a minha tia até à estação do comboio e encontrei-me com o meu namorado, que ia apanhar o mesmo que eu. Cheguei lá cedo, somos levados para uma sala e apresentados uns aos outros durante o resto do dia. Levámos o tempo todo a questionar os nossos colegas sobre curiosidades pessoais e também a preencher papelada. O formador disse que o extracto de classificações seria o suficiente por agora, portanto respirei de alívio.

 

Opiniões? Algumas... Não vou dizer que é uma turma de sonho, mas pareceram-me honestos. Acho que sinceridade, acima de tudo, é essencial. Portanto, não vou de rótulo enganado. Pareceu-me ser um ambiente bom; todos nós temos algo em comum mas somos únicos. Também gostei de perceber que existem cada vez mais fãs de anime! O restante Centro também tem muito boas condições; apenas fiquei meio frustrada ao perceber que para almoçar lá teria de sair de casa bem mais cedo do que é suposto porque as filas tornam-se enormes. Aparentemente vou passar a ser fã da marmita... Porque mais cedo do que já saio daqui, mais vale levar tenda e passar lá a noite!

 

Concluindo... Sinto-me ansiosa demais. Talvez porque já estou em casa há muito tempo e de repente, estou a fazer algo por mim. Talvez por voltar a andar no meio de multidões - coisa que não gosto nadinha - e querer que o dia termine para voltar para casa. Com o tempo, espero passar a sentir-me mais à vontade ao pé das pessoas outra vez. Quero mesmo que isto dê certo.



 

Boa noite,

Daniela

Pág. 1/2

Light Purple Pointer
Follow on Bloglovin

Quem passou por cá ♥

Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D