Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Violet Clouds

Vou ficar mal habituada.

Primeiro que tudo: andou por aí um post fantasma meu, ontem à noite. Sim, senhor (estava a ter um momento de frustração extremo). Credo falei um pouco demais sobre as minhas actividades de grupo coral. Mas agora mais não digo, fico com um nervoso miudinho no estômago (ou borboletas, como queiram chamar).

 

Mas passemos à frente: como andam, leitores fofos?

A Páscoa foi como uma espécie de bênção caída dos Céus para mim e para a minha turma: fim de semana grande, feriado de sexta-feira santa. Gente, soube a pato! E agora que é Quinta-feira, estamos prestes a desfrutar do mesmo trunfo, mais três dias. E para a semana ainda melhor! Quinta-feira é feriado e oh, chatice, sexta-feira tenho de ir fazer análises. Eu quero é ver depois quando voltarmos a fazer o horário normal... Mas que grande ressaca que vai ser de "folgas".

Quanto à Páscoa, até nem abusei muito de doces! Mas não tive a chance de tirar fotos para vos mostrar as prenditas e os doces que fizémos cá por casa. E no que toca a fotos, já que ando encantada com o meu bichano novo - e já encomendei uma capinha para ele, at last! - estou seriamente a pensar em criar uma conta no Instagram. Afinal de contas o sua Bichalteza Huawei era também um desmancha-prazeres no que tocava a tirar fotos e era um tanto ou quanto difícil publicá-las sem ser no computador.

 

Também descobri ao longo desta semana que o Bichência Huawei me activou um serviço Vodafone Messenger Plus há três semanas e por consequência, desaparecia-me saldo de forma mágica. Tal não foi a revolta do animal que me fez algo assim. Mas o problema já se resolveu.

Acho que este fim-de-semana vou encher-vos de novidades, oui oui. É tanta coisa que me atrapalho toda.

 

E que me contam vocês? A vossa Páscoa foi boa?

 

 

Boa tarde,

Daniela

Feliz Páscoa!

São cinco da manhã, acabei de terminar a saga de Harry Potter e de ansiar por repetir. Estou a cair para o lado de sono mas aproveitei para vir cá muito rapidamente.

Desejo a todos uma feliz Páscoa, com muitas amêndoas e bons momentos. (:

 

Boa noite,
Daniela

Quando vai nascer, mesmo???

Boa tarde, meus leitores fofos! Como anda a vida para esses lados??

 

Estava para aqui a olhar para o blog e a tentar pensar no que escrever (porque a modos que me apeteceu postar qualquer coisa e por isso, ou achava algo ou voltava à vida normal) e eis que até me lembrei de algo esquecido: o meu primeiro afilhado.

Lembram-se de ter falado sobre dois futuros afilhados?

 

Isso mesmo.

 

Era suposto nascerem ambos em Junho, um no princípio e outro lá para o meio, perto do meu aniversário. Porém, aparentemente, os médicos enganaram-se numa das ecografias. A mãe está grávida de 8 meses e meio (salvo erro, sou terrível a contar as semanas delas) e não de 7 meses e meio como era suposto. Estão a ver a barafunda que deu?

Num instante ela teve de se preparar, porque lhe faltava imensa coisa. Depois das compras feitas e de tudo um pouco mais calmo, eu e a minha tia perguntámos se o nome estava 100% decidido.

Ela responde-nos que sim. O seu nome será Ângelo.

 

E nós começámos ambos a preparar duas fraldinhas em ponto cruz, uma delas com este gráfico:

 

Ah pois é, aqui a je gosta de ponto-cruz desde miúda. Não sou grande espingarda mas é das coisas que gosto muito de fazer. Mostro-vos o resultado dentro de pouco tempo. Estou super ansiosa para que nasca! :D
Boa tarde,
Daniela

Revoltas da tia #1

Decididamente, isto vai ser uma boa rúbrica. Tenho fé que sim.

 

Revolta da tia, às 3 da manhã, ao sofrer uma daquelas crises de fome em que procura algo que lhe aconchegue o estômago:

O Bollicao que lhe comprei hoje não tem cromo.

 

"Já estou cmó Hitler! MÉU CRRROMO!!!??? Bollicao sem cromo não é Bollicao! Isto não passa de um pão-de-leite recheado com cacau!!! EU QUERO O MEU CROMO!"

"Mas estamos na altura do ano em que não há cromos..."

"Blasfémia!!! Bollicao tem sempre que ter cromo! Nem que seja pa gente jogar fora depois, MAS TEM DE TER!!!"

 

... Pronto.

Confissões da madrugada

Parece que o meu desespero pelo telemóvel finalmente terminou. Quer dizer... Nem por isso. Ainda tenho de aturar sô dona bichência Huawei até amanhã à noite porque a Vodafone acho que este era o fim-de-semana perfeito para fazer uma actualização à sua base de dados e atrasar todos os pedidos pendentes - incluindo o meu, para trocar o formato do cartão. Mas bem, decidimos aproveitar o fim-de-semana de descontos da Worten e lá fui eu buscar o meu herói que porá fim ao reinado de Sua Bichalteza Huawei. Fim a ser ouvida como se estivesse num aquário, yadda yadda yadda, lamúrias do meu último post.

Aliás se me confortava antes a ideia, agora é ainda mais. Digamos que não sei porquê, mas durante a noite mexi no telefone a meio do sono e acordei-me a mim própria com o leitor de música. Acho que ando a virar sonâmbula.

 

No meio desta brincadeira toda, ainda aprendi qualquer coisa. Senti-me mal por estar a gastar dinheiro num telefone. Acho que há outras prioridades, ou pelo menos na hora achei que era um luxo. Mas confessar esse sentimento à minha tia fez-me ser - mais uma vez - relembrada que também temos direito a aproveitar a vida e que até o devíamos fazer mais vezes. E que de facto, a Mme. Bichaneza Huawei era um inferno e já não estava mais em condições. Em suma, relembrou-me para deixar de ser parva e viver um pouco mais descontraída. Viver a vida que me foi dada quando nasci.

 

Aprende-se sempre algo novo, todos os dias.

E o vosso fim de semana, como está a ser? (:

 

Boa noite,

Daniela

PS: Oh só o novo membro da casa!

 

Acerca do Sô Futuro Telemóvel.

Antes de mais, obrigada a quem deu a sua opinião neste post.

Ando mais do que saturada sobre o assunto. Não gosto de molengar e andar às voltas sobre algo material nem aprecio chatear as pessoas sobre o mesmo. Prefiro passar o meu tempo a contar anedotas e a rir. Mas o bichano Huawei que tenho agora é que tem feito as pessoas em meu torno rir e a mim avermelhar - a fazer-me passar vergonhas.

Acho que se de facto comprar o telemóvel em breve não será em Maio. Maio é mês de azar para comprar uma traquitana do género... Foi em Maio que comprei este! E o resultado deu nesta bicheza qwerty, que por muito que caia ao chão só racha e me pede para o reiniciar, não me deixa aceder à internet quando preciso e como deve ser (como devia), não me deixa enviar mensagens a tempo e horas (e deixa os remetentes pendurados à espera de resposta), telefona a outras pessoas sozinho e mostra-me os registos como se fosse para anónimos, faz as pessoas pensarem que estou dentro de um aquário a falar com elas. Envergonha-me quando estou numa de me concentrar e prestar atenção à aula, ciente de que o coloquei em modo silêncio e no fim toca na mesma, à lord.

E quando deve tocar não toca, e faz-me deixar mais gente pendurada. Para além de não ter mais opções de toque de mensagem senão temas musicas da Baby TV.

 

Esta bichância é independente e daí o meu "desespero" em substituí-lo. Aposto que apenas no último dia é que o desgraçado se vai comportar... Todos os meus aparelhos têm essa tendência.

Mas fora esta rápida explicação, base da minha busca, já me decidi sobre o seu sucessor. Vai ser o Samsung Galaxy Trend. Porqur peguei num Lumia 520 e... Devolvi ao dono a pensar no que raios anda a Nokia a fazer. Não sei, a marca mudou muito ao longo dos anos. Se já vou experimentar algo novo como as funções touch, estreio-me na marca também.

 

... Foi assim que pensei quando comprei a bichete. Espero que não aconteça o mesmo. Ou vão voar cadeiras e vou ao OLX comprar um Nokia 3310.

Bem, agora é começar a amealhar. (

 

 

 

 

 

 

O que ando a ler: "Os Filhos Da Droga"

Bem, não é bem isto que ando a ler AGORA. De facto, não ando a ler nada de momento. Mas este foi um dos livros que terminei de ler em Junho ou Julho do ano passado e que gostei bastante, mas que a preguiça levou a melhor em me pôr longe de falar algo sobre ele. "Os Filhos da Droga" é um livro de não-ficção que retrata a vida de Christiane F. tal e qual como ela foi (claro que com algumas alterações do editor, mas quem conta um conto bota sempre um ponto). O livro está escrito na primeira pessoa, o que nos introduz na sua história com um impacto maior e nos conduz às suas emoções a cada capítulo lido, sendo o ponto forte da obra a sua viagem pelo mundo da droga, passo a passo, dia a dia.
Não quero de todo dar-vos qualquer spoiler, mas garanto-vos que é 100% realista. Não há exageros nem invenções "de artista"; é a verdade nua e crua da vida de um toxicodependente e não como aquela que nos é transmitida pelos media, de alucinações fixes e com consequências facilmente tratadas num centro de recuperação e reabilitação. Deixam marcas, marcas profundas, e Christiane é a prova viva disso.
Acho que é um bom abre-olhos para a sociedade de hoje. E pena a minha que muitos adolescentes olhem para o livro e o abram para o largarem após quatro páginas. Já o leram? O que acharam?
Boa noite,
Daniela

Un petit a part #23

De momento sinto-me super frustrada. Não me sinto bem em desenhar nos tempos livres do curso, porque pura e simplesmente sou olhada de alto a baixo não só por desenhar mas também pelo que desenho. Como se fosse um crime criar personagens e histórias novas e originais ou uma espécie de modificação de uma série que eu aprecio.Depois no fim resume-se a algo como que: não é fixe eu fazer o que gosto sem incomodar ou insultar ninguém, no tempo livre que disponho, mas é correcto berrar e adiar trabalho durante o tempo para se trabalhar. E daí a má da fita ainda saio eu.

Também me sinto extremamente desencaixada naquele meio e não sou a mais velha, nem a mais nova. Tenho convivido com pessoas que já têm idade suficiente para terem juízo e agem como se tivessem 14 ou 15 anos. Às vezes como se tivessem 10.

 

Com coisas destas resta-me perguntar qual das gerações é de facto a pior: os miúdos ou os graúdos.

 

April, be nice ♫

Boa noite!

 

É tarde, mas aproveitei agora para voltar a visitar os vossos blogues (algo que não fazia há algum tempo, sorry) e para actualizar o meu. De facto, Março já terminou e Abril vai começar chuvoso e frio. O que detesto sobre o mês de Março é isso mesmo: traz-nos calor bom para que depois Abril estrague isso com as suas chuvas "a mil".

Enfim. Março foi um mês razoável... Tive algumas (várias) complicações, metade já estão resolvidas, as coisas não têm sido muito fáceis. Mas também foi este mês que decidi muitas coisas importantes, como os meus planos para a faculdade, o que preciso ou não mesmo da minha wishlist. Quanto a Abril, quero ser mais exigente. Quero pedir a este mês que está a começar por mais dias de Sol e menos chuva, quero pedir por mais força para ter menos chatices, um pouco mais de tempo para conviver. E estou mais uma vez ansiosa para poder voltar à escola de condução este mês... Posso não poder voltar a tirar a carta ainda, mas tenho assuntos a fechar e saudades a pôr em dia.

E saiu uma música nova da Cascada - Blink! Senti-me no príncipio da minha adolescência de novo. Se bem que não foi há assim tanto tempo... Mas as coisas já mudaram tanto!

 

April, please be nice to me, alright?

 

Boa noite,
Daniela

A autora

foto do autor

Light Purple Pointer
Follow on Bloglovin

Quem passou por cá ♥

Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D