Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Violet Clouds

In a happy mood. ♥

Ando mesmo mais afastada do que o costume, mas tem de ser. De qualquer forma isto não morreu, gente. Eu é que ando meio atrapalhada, mas cá me vou arranjando.

 

O médico lá me deu boas novas! O meu problema era apenas o ferro, que está muito em baixo - e por isso me passou a devida medicação - mas de resto está tudo óptimo. E a parte excelente é que ele confirmou o fim da minha guerra da adolescência. O meu sistema hormonal está equilibrado (isto é, tendo em conta o efeito da pílula) e as hormonas masculinas estão finalmente, a um nível normal. Nem a mais nem a menos. Segundo ele já posso ser mãe, se me mantiver assim.

Portanto a dieta de ferro continua... Mas um pouco mais alegre. A única coisa que permanece é a ansiedade que deu de caras ontem à noite e me mandou à cama num instante. Portanto hoje, muito honestamente, nem tenho cabeça para vos contar muito mais. Ao menos contei-vos o que prometi. O médico foi generoso comigo.

 

Boa tarde,

Daniela

 

 

Motivo da minha ausência

Os motivos até são alguns, mas alguns deles são sobre a minha lista de afazeres de desenhos. O facto de que tive de estar acordada durante a noite algumas vezes até não aguentar mais, em ordem de vigiar a Lucky - porque esta semana ela já não pode ver veterinários à frente - deixou-me apta a retomar à actividade. E consegui, em algumas noites, terminar todos os meus pedidos.

 

♥ Gaara and Nezumi, sunset portrait ♥

♥ Sasuke and an original character, arabian theme ♥

Nenhum destes desenhos é para mim. Foram pedidos feitos entre 2 a 8 meses, de acordo com os seus requisitos em específico. E utilizei ambos para praticar planos de fundo e algumas poses estranhas. Da minha lista de objectivos faltam-me apenas completar prendas de aniversário e de Natal em atraso, que apenas precisam de ser digitalizadas... E só voltarei a ter trabalho para os outros quando um concurso que está em curso no site terminar. Yay!

E agora vou voltar à carga. (:

Boa tarde,

Daniela

Doctor, doctor... Give me the news.

À pala do título, fiquei com a música na cabeça.

 

Tão bom (not). Não tenho nada contra médicos nem sou anti-médicos (ir a consultas de rotina não me faz mossa). Fico só deveras aborrecida quando os resultados das análises sugerem algo... Não muito agradável. Prevejo uma pequena rixa entre mim e o meu médico na próxima consulta devido a um tipo de exames que ele me quer passar e eu não quero, principalmente tendo outras opções igualmente viáveis (acho que as meninas sabem a que exames me refiro). Espero que ele desta vez perceba que não me sinto absolutamente NADA confortável com a ideia.

Quanto às análises, consegui uma vitória e umas 50 derrotas - nem sabia se havia de festejar ou não! - porque consegui, após tanto tempo, estabelecer o meu problema de hirsutismo e regular os níveis hormonais altos... Mas os que estavam normais baixaram todos. Nada de colesterol, nada de diabetes ( :D excelentes notícias para mim!). Mas o resto está tudo aos saltos como se andassem no trampolim. Resultado: Dani vai ter de fazer dieta porque está em "vias de ter anemia". Sei que é normal a certa idade e que se pode tratar rápido. Mas a dieta que vou ter de fazer durante 6 meses é... Estranha. Sempre é melhor do que "roer tachos", como me disse a minha tia quando comparámos os valores. Fora isso, parece que a tiróide também está chateada comigo... Espero não ser pior do que aparenta ser.

De resto, estou oficialmente de dieta. A sorte é que gosto bastante de legumes e vegetais... E como é basicamente isso o que vou ter de comer mais, daqui a uma semana faço gri-gri. (Estou a brincar, obviamente. Apenas digo isto porque me disseram que tenho mesmo de comer mais e quanto mais verduras, melhor).

 

Espero que o médico me dê melhores notícias para a semana.

 Boa tarde,

Daniela

As notícias passaram a ser filmes de terror.

Tenho ideia de que hoje foi a 'gota-de-água' no que toca aos telejornais, às notícias, a tudo. Acabo por não saber se devo ver as notícias ou não.

Falo nisto especificamente devido ao surto de ébola. A televisão assusta-me, os media assustam-me. Não sei se com todo o sensacionalismo devemos começar já a criar fortes em casa ou não. A doença sim, é grave. Grave ao ponto de assustar-nos (e deve assustar-nos, não somos mais do que os contagiados). Mas irrita-me que - por exemplo - a TVI alerte constantemente as pessoas como "Suspeito de Ébola em Portugal!", "Suspeito de Ébola foi internado em Hospital X!" "Portugal está a tentar responder à situação!", "Os resultados das análises serão conhecidos daqui a 5 horas!", "Os resultados das análises serão reconhecidos dentro de 4 horas, 59 minutos e 59,9 segundos!".

Epá, é grave. Nós já percebemos. Mas os afectados com todo o "exagero" da notícia, em específico os mais velhos, ficam aterrorizados. Apanham crises de nervos. Passam a ser eles as vítimas não do ébola, mas de ataques de pânico, ataques cardíacos, AVC's. Os políticos sofrem de ataques de caspa, entretanto. Se não me faço entender com a situação desta epidemia presente, recordemos então a tragédia do Meco: investigaram milhares de associações académicas, entrevistaram alunos e só mostraram as respostas que lhes convinham, fizeram das praxes académicas uma espécie de ritual satânico, generalizaram a tragédia para todas as faculdades quando de facto, as praxes não são caóticas em todo o lado. Hoje quem paga por isso são os veteranos que são vaiados na rua ou, como soube por um amigo meu, reparam que há idosas a rezar o terço à frente deles, como se se estivessem a preparar para o exorcizar.

Portanto... Tanto eu como muitos estamos alertados para a situação presente do ébola, sabendo que este está de momento a ser o maior surto de há 40 anos. Temos medo. Queremos estar a par. Mas não queremos ser enganados (no caso de alguém pensar que o que eu estou a sugerir é que nos mintam e digam que está tudo bem) nem queremos ser pressionados pelo sensasionalismo ou por teorias tiradas do chapéu. Para a maioria são teorias, mas para uma porção dos leitores passam a ser factos, a ser um possível filme de terror.

Entretanto acabo de escrever e continuo com a noção que daqui não consigo nada que outros não tenham já tentado. Que este tipo de "terror mediático" surgiu em casos como a gripe das aves, dos porcos, malária... Honestamente, espero que acabe da mesma forma: que lhe consigam pôr um travão, que as mortes parem e a cura apareça.

Achado de supermercado: TRESsemé

Este post já anda a remoer-me o juízo há algum tempo, quando achei o dito cujo numa ida regular ao hipermercado. Mas por entre tanta coisa que se tem vindo a suceder, não me recordei sequer de o escrever.

Ora portanto, sei que não estou sozinha com este problema: o meu cabelo é inconstante. Tanto tenho a raíz oleosa como as pontas secas. E se já não é fácil achar um bom champô para cabelo oleoso (sim, bom. Há com cada champô que não vale um caracol...) imaginem para quem tem também as pontas secas. Fui feliz outrora, quando a Herbal Essences lançou uma gama limitada de Verão que cheirava muito bem e que servia ambos os propósitos; o cabelo não se habituou e andava equilibrado. Mas lá retiraram aquilo do mercado e me desgraçaram. O mais próximo que tive de me ajudar foi da Pantene, mas ainda assim tinha de fazer uma pausa após algum tempo porque deixava de fazer efeito. Há pouco tempo no Pingo Doce, vi uma promoção excelente da TRESemé e até andava meio-que-desesperada por achar um champô em condições. Gostei de ser mais barato e no dobro da quantidade dos demais, pelo que decidi levá-lo. E está aprovado! O meu cabelo voltou a estar equilibrado e as pontas continuam saudáveis. Como este era o meu único problema, optei pela gama de cuidado clássico (verde) e só recentemente experimentei o regenerador de pontas, condicionador e máscara, na ausência do primeiro. Em ambos os casos estou satisfeita!

Os primeiros, já acabados.

 

Os novos, regeneradores de pontas

E por graça, visitei o site deles e preenchi o perfil de cabelo que disponibilizam para nos poderem indicar os produtos mais adequados. Até me aconselharam a usar esta gama!

Alguma de vós já experimentou a marca?

Boa noite,

Daniela

 

O que já aprendi...

... Com a nova plataforma:

♥ Já consigo publicar posts em condições (apenas me entristece a alteração do tamanho de fonte; agora tenho de me reajustar nesse aspecto);

♥ Voltei a descobrir como se vê os posts de quem sigo e daí, aprendi a adicionar outros posts aos favoritos (!!!);

♥ Já percebi como funciona agora a personalização do blogue.

 

Ainda não percebi bem a coisa dos "subscritores", mas hei-de lá chegar! Enquanto os meus meninos não chegam, vou dando mais uma olhadela pelas novas funções. E vocês, o que têm achado até agora???

 

Boa noite,

Daniela

A autora

foto do autor

Light Purple Pointer
Follow on Bloglovin

Quem passou por cá ♥

Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D