Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Violet Clouds

So I close my eyes and...

... In less than a second, I'm somewhere far away from here.

 

Boa noite, queridos leitores! Estamos perto das 1000 views e não consigo agradecer-vos o suficiente. Para uns é pouco, para mim é imenso. ♥

 

Não tem sido pêra doce para mim manter o bom humor e boa disposição desde Quinta-feira. Tenho tido imenso apoio da tia, da avó, do namorado e dos amigos, assim como de vós aí desse lado do monitor. Mas muitas vezes surgem mood swings repentinos, que repentinamente são pontapeados para fora dos meus pensamentos com um "Shush. Para a próxima já sabes o que fazer e como agir". (e sim, repeti o "repentino" de propósito)

Por norma surgem quando alguém festeja o fim da carta ou quando oiço qualquer coisa sobre falta de dinheiro. A culpa invade-me e faz o meu estômago dar voltas por breves segundos, pelo menos até a minha imaginação me fazer o excelentíssimo favor de me chamar à razão.

 

Obrigada, imaginação fértil que me acode nos momentos mais difíceis. (:

 

Anyways, um dos temas que me desvia desse negativismo são as saudades - e creio estar a contrariar-me aqui. Sexta-feira, dia 14 de Junho, faço vinte anos. Pergunto-me como será completar duas décadas - sempre igual ou se difere de forma especial, única - e estou a adorar ver os mais chegados com os cabelos em pé sem saber o que me oferecer. Dizem que sou difícil de dar prendas porque não tenho nada em falta e também não peço... Gosto de surpresas e de coisas simples. E aparte deste evento importante na minha vida, dou permissão à minha memória de relembrar os belos tempos de férias passados em Vila Nova de Gaia. Em miúda ia constantemente passar as minhas férias ao norte do país e foi lá que vivi os melhores episódios da minha vida. Aprendi muita coisa, apreciei as belas vistas e conheci pessoas super importantes. E essas saudades, por muito tristes que sejam, dão-me algum conforto... Olho para algumas fotografias ou para muitos dos meus souvenirs pessoais e não consigo evitar um sorriso. Era tudo sossegado e doido q.b., era possível viver em equilíbrio. Trabalhava-se com gosto e dava para voltar a casa e estar contente por tal. Eram pessoas e ideologias diferentes, eram outras histórias para contar. E cada paisagem ou local deixaram-me uma marca especial na vida.

 

Por hoje, é tudo isto e algumas fotos tiradas à igreja da praia do Senhor da Pedra no passado Outubro de 2012. Sim, tenho um andar esquisito e não, não estava mais gorda. Estava inchada e o andar esquisito era graças ao facto de ainda ter os pontos, depois da minha operação a 27 de Setembro de 2012. Parecia um pinguim... Mas valeu a pena!

 

(Igreja do Senhor da Pedra)
(Pareço ou não um pinguim?)
(Sim, estava a fazer pirraça. :P)
(Praia do Senhor da Pedra)
(Alguém apanhou-me a tirar algumas fotos à igreja! Naquela pose!)
(A vista que tínhamos da pensão.)
(O maninho tinha a má-disposição que eu devia ter por estar doente.)
(Ele a querer fugir da foto e eu a dizer qualquer coisa que não era "Cheese".)
Quando falo em memórias, queria mostrar-vos mais do que apenas este fim-de-semana. Mas além de vos querer mostrar a igreja (na qual planeio falar num futuro post), há muitos outros anos com menos fotos mas com recordações tão doces quanto estas. Espero que gostem (:
Boa noite,
Daniela

10 comentários

Comentar post

Light Purple Pointer
Follow on Bloglovin

Quem passou por cá ♥

Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D