Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Violet Clouds

Da tal reportagem sobre os blogues...

Não tenho muito a dizer sobre o assunto, dado que vi metade da entrevista e tal parte me deixou num pranto e num praguejar de palavrões no meio da cozinha, à hora de jantar. E nem sequer quis saber do resto que perdi.

Dei conta de alguns bloggers que até sigo e que se ganham algum dinheiro com o seu cantinho, são eles que o escrevem, que se esforçam e que mantêm um equilíbrio entre o pessoal e o rentável. Até aí tudo muito bem - e palmas com mais intensidade para quem vende o seu próprio produto no seu blog, que sempre faz o dobro do trabalho dos outros e nunca acaba por sair de dentro da redoma do tema pessoal que criou para o blog! Até eu já pensei várias vezes em vender aqui o meu peixe - já que muitas vezes falo daquilo que faço por estes lados.

Mas cá está. Quem fala sou eu. Não é uma equipa contratada por mim. Nem tenho dinheiro para mandar cantar um cego, como bem se costuma dizer; se o tivesse certamente que o investiria doutra forma no blog, não a contratar quem mo escreva. Quem melhor do que a minha própria pessoa para chegar aqui, abrir um novo post e desabafar com as palavras mais adequadas e certeiras acerca do meu dia-a-dia? Ninguém, pois claro. Naquela entrevista, não vi bloggers com grandes templates, fotos giríssimas de si próprias a mostrar um produto em específico ou textos bonitos. Vi uma equipa de empregados contratados por alguém que acabou por se tornar no próprio produto de um blog a quem eles mesmos pagam para ser desenvolvido. Não é de x ou y mostrados no cabeçalho, mas sim dos coitados que se esfolam para escrever algo minimamente próximo e preciso de quem no fim do dia, sem muito esforço ou cansaço, chega ali e assina o post. De esforço próprio, sentimento e carinho pelos seguidores, aquilo não tem absolutamente nada. Zero. Rien.

E se é para ser por essas condições, por muito que os dias de hoje estejam complicados e que toda a forma de arranjar algum dinheiro seja muito bem-vinda, prefiro fazê-lo a um ritmo muito mais lento e mesmo sem ganhar algum, receber carinho e amor misturado em palavras de pessoas que perdem o seu tempo para partilharem daquilo que o meu cantinho lhes têm a mostrar ou contar. Esforço-me, muitas vezes nem consigo ser tão assídua com gostaria - porque detrás do teclado a vida é complicada, como não gosto de esconder (o blog não se deveria tratar apenas do lado arco-íris da vida, digo eu) - mas cada palavra vinda da vossa parte compensa todo o trabalho.

Portanto no meio disto tudo, tenho a agradecer a todos os meus subscritores por tomarem sempre um pedaço do vosso tempo para me visitarem e me responderem. ♥

Boa tarde,

Daniela

2 comentários

Comentar post

Light Purple Pointer
Follow on Bloglovin

Quem passou por cá ♥

Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D