Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Violet Clouds

Lógicas da Batata #7 - Oh Vodafone, andas a deixar-me mal!

É... É sempre o que eu digo. Uma pessoa pensa "porra, tenho de atualizar x rúbrica". Lembrei-me das lógicas da batata há umas semanas e tcha nan. Oh que lindo, algo para eu reclamar.

 

Ora bem minha gente, como já me fiz entender há uns posts atrás, o meu telemóvel ambiciava em um dia ver o oceano. E no dia em que esteve tão perto, o amor foi tão grande e profundo que o mar sentiu o mesmo... E quis unir o seu amor impossível ao jogar uma onda do Meco para cima de mim, fazer-me andar à reboleta e matar o meu telemóvel de desgosto, por ser um amor fatal. (Eu ainda não consegui esquecer a posição em que estava quando levei com a onda em cima... passemos à frente).

 

Telemóvel não é coisa que me aflija, mas levei cinco dias a achar falta dele. Apalpar os bolsos das calças e desatar aos berros em casa ou na rua a dizer que perdi o telemóvel, para depois me lembrei que não tenho nenhum, não foi giro (para mim, claro, houve quem se risse). É algo que me faz falta para estar em contacto com a família. Então a Dani lá suspira fundo, vai ao site da Vodafone e encomenda um telemóvel jeitoso - outra telha da mesma marca, modelo mais recente, mais barato - e fica à espera.

Hoje que foi o dia marcado, começou o desastre. Devia ter chegado entre as 9h e as 13h com pagamento por multibanco. Perto do meio-dia vejo um senhor deveras desnorteado à procura de alguém à espera de um telefone. Olhem se eu não tivesse aparecido à janela: o número de telemóvel estava errado, a morada estava incompleta e a factura vinha em nome de uma senhora da Vila do Conde. E o homem além de me culpar a MIM - sim, a MIM, tenho mesmo cara de quem trabalha na Vodafone e tratou da própria encomenda - pelo facto de os dados estarem errados (o que mais tarde o apoio ao Cliente confirmou que estavam correctos, mas tinham sido mal impressos). E a cara de pau ainda me diz que não tinha serviço Multibanco, estava fora de serviço há muito tempo. Que se quisesse o telemóvel teria de pagar em numerário ou então só no dia seguinte.

 

Resultado: a Dani vai a correr até ao multibanco mais próximo (e com azar porque ou não funcionavam ou alguém estava a confirmar 500 vezes o saldo da mesma conta) e volta a arfar, quase com o coração nas mãos. O Sr Doutor logístico lá me entrega o telemóvel e vai-se embora. Até aí pronto, maravilhoso. O verdadeiro problema surge durante uma chamada com uma amiga minha: o telemóvel faz-me uns ruídos horríveis a ponto de me magoar. E era com toda a gente a quem eu telefonasse. Já enervada, pedi à minha tia que fosse comigo à Vodafone aqui perto e o senhor até foi muito prestável: disse que tendo tão pouco tempo nas mãos de alguém, sendo um problema intermitente, trocava-se sem problema.

 

... Agora o novo telemóvel tem um mal também. Volta e meia trava, fica possesso e salta das definições gerais para as de data e hora constantemente. E pelo que vejo, não passa.

 

Decididamente, não me querem ver com um telemóvel...

7 comentários

Comentar post

Light Purple Pointer
Follow on Bloglovin

Quem passou por cá ♥

Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D