Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Violet Clouds

Ouvi falar do "Offline"...

Sim, surgiu no meu feed de notícias do Facebook. E evidentemente que os comentários não eram muito aprovadores. Aquilo, logo de caras, parece ser um exagero, mas a curiosidade levou um pouco mais de mim e lá fui ver do que se tratava.

Sinto-me dividida, no fim de contas.

Mas antes de mais, há muito exagero naquela curta-metragem. Bastante. Ao mesmo tempo todo aquele exagero estava a projetar uma realidade muito presente, mas não apenas na "minha" geração. Está presente um pouco por todos e por toda a parte. Consegui ver muita gente a criticar a alusão aos animes e à Internet, mas não vi muita gente a reclamar do resto do problema exposto. A constante necessidade de estar online e ligado, ainda que estejamos na verdade sozinhos. A dependência de texto. O facto de que a pouco e pouco a liberdade dos dispositivos apenas nos tiram a liberdade de estarmos presentes na vida de uns com os outros, fisicamente, e sermos felizes e arriscarmos. De apesar de o mundo estar um caos, os mais novos estão a perder muitas oportunidades não só de explorar o mundo, mas também de conseguir encontrar um ponto de esperança, a luz ao fundo do túnel, e ampliá-la, e tentar criar um mundo melhor fora das telas.

De facto, como refere uma das personagens, "apanhar uma seca" às vezes não é assim tão mau.

No fundo, depois de ver isto, sinto-me feliz por não ser tão aprisionada a este estigma como já fui. E de já não perder tantas horas a vaguear pelas milhentas perguntas que se podem fazer ao Google ou de explorar outros sites de jogos e de filmes e tudo o que vos vier na alma. Sinceramente, depois de ver isto, por muito irritada que tenha ficado com os seus exageros não pude evitar de perceber que infelizmente, é uma verdade espatifada nos nossos rostos, nas nossas rotinas, nas nossas vidas. E tive vontade de largar os aparelhos e ir fazer coisas de que gosto. Offline.

Até que entretanto me recordei de que já o faço várias vezes e que tento sempre fazer um pouco mais. Moderação acima de tudo. Estes "mundos" são um escape da nossa própria história caótica, dos momentos em que precisamos de descansar e recuperar força. Mas com o tempo aprendi que é um escape e não um sítio para viver eternamente.

Portanto, por muito que custe, há que apanhar todas as oportunidades de enfrentar os nossos medos e ser felizes. Seja com ou sem um telemóvel.

 

E o estudo chama-me, so... Offline I go, back to the books.

 

Boa noite,

Daniela

 

 

A autora

foto do autor

Light Purple Pointer
Follow on Bloglovin

Quem passou por cá ♥

Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D