Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Violet Clouds

Harry Potter e a Câmara dos Segredos em Concerto!

Vou tentar manter-me breve, mas ontem consegui furar um pouco a minha rotina e fui ao Altice Arena ver o concerto de Harry Potter e a Câmara dos Segredos. Foi uma prenda de Natal que me fez esperar um mês e poucos dias, mas valeu toda a pena!

Foi a primeira vez na minha vida que entrei no Pavilhão Atlântico (já mal me tinha habituado ao nome MEO Arena, quanto mais Altice... fiquemo-nos pelo nome prévio). Achava que aquilo ia ser maior por dentro, mas pronto. Não foi por isso que deixei de ficar assustada com a quantidade de pessoas que se juntaram lá dentro. Como estavam todos sentados até foi bom (lá passei à frente a fobiazorra com multidões). Havia imensa gente com roupa alusiva ao filme, uma quantidade brutal de pessoas vestidas de uma ponta à outra (estavam praticamente a fazer cosplay) e houve quem se resumisse a um cachecol ou a uma capa.

(E não fosse a maluca obcecada atrás de mim, que de cinco em cinco minutos estava a contar o filme todo ao filho/irmão/whatever e a berrar (dava para ouvir a voz da senhora por cima da orquestra, gente) porque estava a viver aquilo intensamente demais, até se aproveitava melhor. Epá, dica para quem vai a este tipo de coisas, calem-se ou falem mais baixo. Aos meus ouvidos não. Havia distância suficiente para isso não acontecer.

E não sejam SPOILERS, mesmo que 99% da plateia já tenha visto o filme. É chato estarmos a ouvir constantemente o que vai acontecer já a seguir ou já a spoilarem o fim do filme. A modos que ainda iam na cena em que encontram a Mrs. Norris petrificada, e oiço atrás de mim "A CULPADA É A GINNY". Uma coisa foi ouvir alguém a choramingar o nome do Dobby (que até se tornou cómico), lá por isso não revelou de imediato o desfecho da personagem.)

Mas no que toca ao evento em questão, foi lindo. Até que fiquei feliz que o meu primeiro concerto fosse este! A orquestra foi perfeita, tudo nos tempos certos, todo o ênfase do filme em cada nota e cada batida, só reparávamos que eram eles a tocar quando os tambores soavam com mais força. Estavam em perfeita sintonia com as músicas do filme. E foi emocionante ver toda a plateia a acender as luzes no fim do filme, em homenagem ao Alan Rickman.

(Tinha sido mais engraçado se a senhora atrás de mim não tivesse a ter um fanico emocional e a relatar tudo o que estava a acontecer como se estivéssemos dentro de um programa da Discovery Channel, mas deu para ignorar bem essa parte).

Gostava de ver o próximo, até porque o Prisioneiro de Askaban é o meu filme favorito da saga de Harry Potter, mas fiquei encantada com este e mereceram uma grande salva de palmas pelo excelente trabalho e dedicação que demonstraram.

Alguém destas bandas esteve lá?

Beijinhos,

 

Daniela

O Pai Natal Secreto chegou!

Ai que eu não quero estar atrasada nisto! :D

 

Ontem à tarde a minha avó ouviu um "PAK!" muito alto nas caixas do correio e foi, a muito medo, ver o que era e deu de caras com um embrulho ali, para mim. Quando chego a casa do trabalho, vejo-a muito incrédula, com cara de "mas como é que o carteiro conseguiu enfiar isto na caixa?". Depois de muito riso lá vi de quem era e fiquei muito feliz de ser uma prendinha da Sofia e fiquei logo super entusiasmada!

 

IMG_20171213_191455.jpg

IMG_20171213_191749.jpg

 

Eu vou deixar as prendinhas para a noite de Natal, a não ser que a Sofia me dê autorização, claro! Mas fiquei super encantada com o postal e estou de coração derretido com as palavras dela. Mal posso esperar para ver as tuas prendinhas e um muito obrigado pelo carinho. E um grande agradecimento à Marta (e também muitos parabéns pela boa nova!) pela iniciatica e a todos os participantes por darem asas ao Pai Natal Secreto aqui dos nossos cantinhos.

Aproveito para dizer que o Pai Natal Secreto já partiu daqui e deve chegar amanhã (estou a seguir a encomenda a muito medo, porque os CTT avisaram-me que as entregas andam um bocado desnorteadas). Estou ansiosa para que chegue ao seu destino.

Boa noite,

Daniela

Christmas Wishlist 2017

Ainda estou meio abananada de já ter passado um ano. Quase que nem dei pelo tempo passar e não tenho muita coisa a dizer de 2017. Mas isso fica para outro dia mais perto do Reveillon, sim?

Hoje achei que era boa ideia falar da famosa wishlist deste ano. Também como tenho visto noutros blogs, fico bastante satisfeita de finalmente poder falar da minha veia minimalista, mesmo que esteja em contraste com a tendência acumuladora que há na casa dos meus avós. Mas agora já tem sido possível livrar-me de mais tralha e ter mais espaço portanto estou super satisfeita. E quero que essa tendência continue na parte das prendas. Já sou daquelas pessoas que nunca pediu assim muita coisa (só aquilo que realmente preciso) e dou muito valor a prendas simbólicas ou inesperadas, pela sua intenção. Mas pedir por pedir nunca foi o meu forte e este ano isso mantém-se.

Como todos os anos, cá vai o top 5. A ver se consigo chegar aos cinco!

♥ Óculos

Já ando a fazer um mealheirozinho porque já devia ter renovado as minhas lentes há muito tempo e agora estão todas riscadinhas, mas pode ser que o Pai Natal seja um fofo e me ajude... Preciso de voltar a ser oculista com a graduação certa, senão pareço uma velhota a tentar perceber as coisas.

 ♥ Roupa

Estou um bocado dividida aqui porque como ganhei peso, não quero comprar roupa até voltar a perdê-lo (já recomecei a dieta...) mas já era boa ideia comprar umas calcinhas novas. Tenho aquele problema de rasgar sempre as minhas nas coxas. Haja saúde e dinheiro para pernas grossas...

 ♥ Material de desenho

Se alguém tiver com dúvidas, material para desenhar calha sempre bem, a sério. Sempre.

 

♥ Pedras e Cristais

Acho que esta salta de um ano para outro e para outro e para o próximo. E agora como ando numa de personalizar o meu espaço, pedras e cristais dão sempre uma ótima vibe!

♥ Alegria, Amizades e Amor

Há muita falta disso pelo mundo inteiro. E tenho sentido a falta de uma gargalhada sincera e de bons momentos com amigos e amados. É preciso cultivar o amor e o carinho, a felicidade. E já que estamos a aproximar-nos do Natal, é a altura perfeita para relembrar isso. E quero felicidade em todos os nossos corações. Que em dias tão negros haja sempre pelo menos um raio de luz que nos assegure de que vai ficar sempre tudo bem.

 Sim, lá tive que ir a outros anos buscar ideias. Não tinha muito mais em mente. Mas desde o momento em que nos sintamos todos felizes, acho que é mais do que suficiente. Que as prendas sejam sempre recheadas de amor, físicas ou não.

Boa noite,

Daniela

Já chegou Dezembro...

... E já chegou toda uma vibe de Natal em peso, mesmo que há algumas semanas que já andem as decorações por aí.

Hoje é dia de encher as redes sociais com muito boa gente a montar o pinheiro de Natal durante o feriado. Ah... E eu a trabalhar. Mas a minha já está montada e linda. Para a semana vai ser a vez de decorar a casa da minha avó. Ou talvez deixe isso para o dia 15, até entrar de férias com os miúdos.

Hoje é dia de encher a minha vista de coisas que quero tanto voltar a celebrar como dantes. E é dia de sentir muita nostalgia com algumas coisas que me fazem voltar atrás no tempo - como ir ao circo no Natal, por exemplo, no Coliseu do Porto. Lembra-me de ter papelinhos nos cadernos com os dias que faltavam para me poder enfiar no comboio.

Ora, lembra-me muito os meus primeiros passos como blogger, que ainda vos escrevia em Comic Sans num frenesim natalício muito grande e... Cor de rosa. Jasus, eu tive um blog cor de rosa. Aquele template muito antiguinho do Diário da Sofia, que com muita pena minha já não está disponível (era girinho).

Anyway. podia ser pior. Já estive mais longe de onde me encontro. Já estive determinadíssima a renegar o Natal este ano e parte dessa resmunguice já se desvaneceu com a montagem do meu primeiro pinheirinho (que tenho de vos mostrar!). Mas continuo sem estar preparada.

Porque estou muito longe da Consoada que costumava viver. Muito, muito longe mesmo. Não é uma Consoada daquelas tradicionais com bacalhau e filhozes na mesa e toda uma família junta que não se vêem há 364 dias.

Quer dizer... De facto é, mas não é a típica família dos reclames.

É toda aquela família que, tal como eu - papelinhos à parte - contou os dias comigo. Nas horas de almoço, à ida para a escola, ao telefone com os entes queridos. É toda aquela gente que estava desejosa de poder entrar pelos portões e ser recebida com uns vinte ou trinta abraços, muitas piadas à mistura e todo um mundo novo que nos resguardava daquele que nos massacrava diariamente. É todo aquele momento de revermos os que mais amamos, não pelo cinismo natalício, mas pelo verdadeiro Natal, o de amor e prosperidade.

São todas aquelas pessoas de quem sinto umas saudades enormes, que me esmagam o peito e que sei, bem cá no fundo, que para alguma vez voltar a sentir isso, recriar todo esse amor, vai ser preciso partir muitas paredes e desviar muitos obstáculos. E hei-de o fazer.

A vida ensina-nos as coisas para que as possamos praticar de acordo com o que acreditamos. E eu acredito que um dia vou voltar a contar os dias em papelinhos até ao dia de Natal.

large.jpg

 (preparem-se minha boa gente, que vai dar início ao Countdown to Christmas aqui no blog! Posts todos os dias até ao bendito dia!)

Ser o Grinch ou não ser?

Eis a questão.

Acho que se qualquer versão passada de mim tivesse a chance de viajar até 2017 e lesse uma coisa destas, comia um ensaio de chapadas. Nunca me passaria na cabeça de alguma vez colocar o meu espírito natalício em questão. Eu, que sempre contei os dias até à véspera de Natal e procurei oferecer prendas que, em vez do valor monetário, tivessem muito mais valor simbólico. Que sempre andei empolgada para fazer a árvore de Natal e que fugia da mesa da Consoada para estar sossegada ao pé das luzes do pinheirinho, no escuro da noite. Ao menos tranquilizar-me-ia ao afirmar que este change of heart não proveio do consumismo. Sempre fui contra isso, sempre serei.

Mas antes de entrarem em pânico - euzinha do passado, euzinha do futuro e leitores que achem isto muito estranho - estou a tentar lutar contra esta "dor". Aquilo que de momento me obriga a questionar o meu amor pela época natalícia é algo muito mais pessoal e profundo. Mesmo assim tem sido uma luta constante para ter a certeza que não estrago o Natal a ninguém. Continuo a plantar a magia do Natal e a incentivar a escreverem cartas ao S. Nicolau sem qualquer hesitação, a olharem sempre ao próximo em vez do próprio umbigo. Apenas não me peçam para ser eu a escrever-lhe.

Em vez de prendas, ia pedir respostas. Respostas essas que sei que vou encontrando à medida que me tento levantar do chão e reencontrar a minha fé. Lembram-se de ter falado num post anterior que estava noutra casinha? Pois é, ainda se mantém. Não é uma mudança permanente, mas é um espacinho que sempre pude chamar de "meu". O trabalho das explicações e outro certo trabalhinho do qual espero poder falar-vos daqui a algumas semanas tem consumido muito do meu tempo e precisei urgentemente de sair da casa de onde estava, onde era interrompida a torto e a direito por conversas que não se lembra nem ao Menino Jesus. Ali não há prioridades e precisei de criar uma imediatamente.

Não vou jogar oportunidades fora quando mais preciso delas.

Adiante. Não me é estranho viver numa casa sozinha. Desde miúda que fui habituada a ter tarefas de casa, a cozinhar algumas coisinhas e a ter o meu espaço o dia todo. Também nunca gostei de ter uma casa muito cheia, o que é algo que consigo ter aqui - há muito pouca coisa, o essencial. Dou por mim a fazer a limpeza da casa num instante e ainda a procurar coisas que precisem de arranjo ou sacos que estejam à espera de uma revisão. Até implementei a reciclagem, que era algo que já queria fazer há imenso tempo, e comecei a plantar! Também tenho um hábito tremendo de falar sozinha, mas é ótimo para organizar as ideias. No entanto fez-me muita impressão passar a primeira noite sozinha. Quando me dei conta do sucedido, fiquei parva.

Passei por muitas aventuras e improvisos, fiz muita coisa que a maior parte dos miúdos da minha altura não costumava fazer. Mas nunca tinha passado uma noite sozinha em casa, sem ninguém perto ou com quem conversar. Confesso que o maior pânico foi mesmo na hora de dormir, porque com este tamanho e idade ainda tenho medo do escuro, mas achei algo de muito reconfortante e pacífico nessas poucas horas de silêncio. Tem sido toda uma experiência nova e revitalizante que a certo ponto, já estava mais do que na hora de a ter. E no meio de toda esta crise pessoal que tenho enfrentado, onde tenho feito muita força para que aquela luzinha especial não se apague... Fiz a minha primeira árvore de Natal.

E foi aí que pensei com os meus botões, devo ter-me tornado no Grinch. Mas espero que seja como foi no fim do filme.

Espero voltar a ter fé no Natal, nos sonhos e na esperança de ser feliz.

 

Do dia de hoje

Ora bem.

Primeiro dia pós Natal. Ainda as festividades vão a meio e já se pensa por aqui em canjinha e chá para fazer um ligeiro detox senão não se aguenta. Ainda há sobras, mesmo que este ano tenhamos feito menos doces para "não sobrar" mas há sempre maneira de isso acontecer. Também ando com os pesos de um lado para o outro por descargo de consciência. Acho piada quando me dizem "Esquece a balança e o exercício agora" e do nada, uma Dani meio inchada e refilona exclama: "Esqueço uma ova, posso não emagrecer mas ao menos não engordo, cacete!". E daqui saem sempre caras de espanto, acompanhadas de um "Não tinha pensado nisso dessa forma" ou um "Eh... Good point".

Nem me quero lembrar que ontem foi um Natal deveras sombrio, gente. A morte do George Michael ´foi mesmo de nos apanhar a todos de surpresa por trás, recheada de ironia até à raíz. Deus o tenha em bom descanso, assim como todos aqueles que sucumbiram a esta terrível onda de massacre musical que ocorreu em 2016. Credo... Já chega, ainda faltam cinco dias para o final do ano e uma pessoa já tem medo de quem possa ainda vir a seguir.

E por fim, como se já não me tivessem perguntado há uns dias atrás, está na hora de talvez pensar em resoluções de Ano Novo - e como faço todos os anos, espero trazer-vos essas resoluções para cá uns dias antes do Reveillon. É certo que já tenho umas pensadas, e vou-me repetir um pouco, houve algumas resoluções que correram bem. Mas há uma ou duas penduradas de um ano para o outro... E para o outro... E para o próximo... Que se calhar têm mesmo de ser revistas.

Sabem, aquelas resoluções que não se concretizaram e que já se deu quinhentas voltas ao assunto. Não falo de ideias como perder peso (essa é sempre constante, hei-de lá chegar) ou de ver alguma coisa em particular (como neve no meu caso, com certeza que um dia terei mesmo essa chance), mas falo daquelas resoluções que por muito que a gente tente, tem sempre um buraco e já se tentou demasiadas vezes. Talvez seja hora de serem revistas, sim.

Talvez seja hora de pensar melhor na minha vida doutro ponto de vista e procurar perspetivas de todo o lado... E mudar o meu ponto de vista.

 

Feliz Natal!

E porque o dia ainda não acabou (tenho 6 minutos ainda), desejo-vos a todos um feliz e santo Natal, cheio de coisas boas, amor e saúde! Espero que tenham passado um dia excelente em família e que o Pai Natal tenha sido generoso convosco, porque vocês certamente merecem!

Cá por casa passou-se o Natal conforme se pôde. Não faltou docinhos, mas faltaram as fotos (lamento, só mesmo das prenditas). Cozinhámos até tarde, fizemos batota com as prendas e o dia de hoje foi passado em DIY's que haverei de vos mostrar em breve! Já o Pai Natal este ano foi até muito generoso comigo e de facto sei que tenho mesmo muita sorte em ter saúde, família, amor e até mesmo umas prendinhas. Mas parece que este ano a mensagem foi para cuidar um pouco mais de mim, ser um pouquinho mais feminina e relaxar um bocado!

20161225_000422.jpg

E como foi o vosso Natal?? Contem-me tudo!

Boa noite,

Daniela

Christmas wishlist 2016

 É verdade que ainda não acabei de falar da viagem que fiz em Outubro, mas quando vim ver alguns dos blogues lindíssimos aqui do sítio, reparei que não tinha uma wishlist para este Natal.

E honestamente eu tenho algures um post nos rascunhos a falar sobre isto. Que não me tenho sentido muito natalícia depois de tantos problemas financeiros e tanta volta que foi 2016. Foi um ano péssimo e muito sinceramente não creio que me devesse preocupar com prendas. Em pouco ou nada sinto o espírito natalício este ano e as prendas não tapam esse buraco, o que é grave, sendo que o Natal é tempo de família e de amor.

Mas também é de esperança e essa tem-me faltado bastante.

No entanto, e porque tenho saudades de vos escrever, permiti-me escrever sobre o que gostaria de receber este Natal. Imaginei-me como se tivesse ganho o EuroMilhões ou parecido (se bem que não jogo, but you got the point!) e daí saiu... Isto.

 

 

 

 Bom a lista poderia ser muito maior mas mesmo que fosse milionária, ficaria satisfeita com apenas uma ds escolhas fosse qual fosse. E vocês, o que pediriam ao Pai Natal?

Boa noite,

Daniela

Comprados e Recebidos 2015/2016

Santa mãezinha, que vir aqui tem sido uma tarefa impossível.

 

Perdão pela ausência e pelas várias promessas de voltar que só hoje pude cumprir. A vida tem andado num reboliço e às vezes nem reparo por já estar acostumada. Mas lá consegui finalmente sentar-me e preparar o post mais antigo que tenho na lista para vos falar. Já queria ter mostrado os miminhos que recebi no Natal (credo, falar do Natal em Março quase que se parece com algo que decorreu há décadas e não há três meses), assim como investimentos seguintes, banais e baratos.

O Natal foi excelente, passado em redor de amigos e família, de risadas e fui surpreendida pelo Pai Natal com os miminhos abaixo. Recebi três perfumes (um deles oferta da Wells!) e um set dos filmes do Harry Potter (a versão francesa). Fora isso, as restantes comprinhas foram feitas com os donativos que caíram no meu pé-de-meia, que era destinado a comprar roupa, mas fui surpreendida por uma amiga que teve um impulso de compras na Primark e no fim os artigos não lhe serviam - e como me serviam a mim, ela fez o favor e embrulhou-os para colocar debaixo da minha árvore de Natal. De facto fui bastante sortuda este ano.

IMG_20151225_000151.jpg

 (Dolce&Gabanna Light Blue (namorado), Halloween (tia) e Elixir By Shakira (terceiro perfume oferta da Wells); Harry Potter L'Integral set (namorado) )

Para a minha tia, numa grande missão à estilo 007, comprei e consegui esconder até ao dia uma caneca de Natal com um cato muito fofinho. Adorei a cara dela, até porque dias antes tinha feito uma birra no LIDL a clamar que um dia haveria de comprar a prateleira de catos toda quando ganhasse o Euromilhões, eheh!

IMG_20160128_133849.jpg

 (o pequenito cato, após ter sido transferido para um vaso mais largo e num ambiente mais agradável, que veio para debaixo da árvore de Natal escondido no saco com o café. Ehehe!)

 

Com o que recebi monetariamente, corri direitinha aos saldos e fui buscar algumas coisas que há muito que as procurava, faziam falta ou eram essenciais para life hacks -  completar/melhorar algo do meu quotidiano. Em termos de maquilhagem, a Wells voltou a ser a minha best friend e lá adquiri alguns produtinhos de que necessitava. Apesar de não ser hábito meu maquilhar-me, lá acabei por aprender qualquer coisinha e assim consigo estar sempre prontinha para alguma entrevista de trabalho ou outra reunião importante e não ter ar de quem não dorme há três décadas:

IMG_20160102_001544.jpg

(Essence - Pó Matificante, Liquid Eyeliner e Corretor)

Na minha primeira ida à Primark (que honestamente fiquei muito desiludida) ainda consegui trazer algumas coisas, apesar de infelizmente apenas ter acertado numa das comprinhas. Fiquei atarantada por estar dentro da loja - aquilo era um inferno vivo, só empurrões e senhoras chateadas - e infelizmente sugeriram-me um par de leggins com o meu tamanho errado, mas ainda pude comprar um copo em forma de bola super querido e que usei com muita estima até se ter quebrado esta semana acidentalmente. Espero quando puder novamente trazer outra igual ou parecida, porque a Primark até tem copos muito, muito giros! Também foi algum tempo depois que pude comprar alguns items no fórum de Almada já há muito precisos no trabalho ou no dia-a-dia, como por exemplo um afia para as lapiseiras (que só encontrei no Ponto d'Arte...), um exfoliante da TheBodyShop bem cheiroso e em saldos. Fui um pouco levada pela onda e trouxe um lápis com um diamante numa das pontas do Ponto d'Arte e tenho-o estimado com muito carinho!

IMG_20160217_185329.jpg

 (Primark - Leggings e Copo em forma de bola; Ponto d'Arte - Lápis HB com ponta brilhante; The Body Shop - Exfoliante de ameixa edição especial)

IMG_20160218_191440.jpg

(Ponto d'Arte - Afia para lapiseiras 2mm)

Penso, se a memória não me falha, que só voltei a procurar artigos deste género um mês depois, perto de Fevereiro. Após mais uma e outra visitas aos fóruns Almada e Montijo, procurei mais algumas coisas de que precisava, em especial para um dos meus objetivos de 2016 (a perda de peso) e adquiri uma braçadeira para o telemóvel na Box (que depois de um pequeno ajuste está excelente para mim). Na Tiger fui surpreendida por alguns pesos de 1kg a 2 euros cada um e após muita insistência das minhas alunas, aderi à moda da mega borracha, que também escolhi esta pela ironia do CTRL+Z (digital artists know what I mean...). Na Ale-Hop, após muita procura, encontrei um massajador super engraçado, do qual a minha gata é fã nº1 e a caminho da caixa, encontrei a caneta ideal para o meu estudo durante os turnos noturnos, com um design muito giro e com uma pequena luz!

IMG_20160217_185450.jpg

 (Ale-Hop - Massajador e Caneta com Luz; Tiger - Pesos e borracha; Box - Braçadeira para telemóvel)

IMG_20160217_185530.jpg

 ♥

IMG_20160217_185614.jpg

(Oh só que bonitinho!)

Por esta altura só voltei a ter novidades para vos mostrar no Dia dos Namorados! Para o meu namorado optei por uma pequena brincadeira e juntei uma caixa de gomas em forma de coração e uma lata de 7Up (das misturas que ele mais gosta de fazer) e ele ofereceu-me uma almofada em forma de coração e uma caneca amorosa da Tiger, dias depois de a minha caneca preferida se ter partido. Como nesse dia andámos mais numa onda de gulosices e filmes, passámos pela Hussels antes de regressarmos a casa e comprámos um saquinho de bombons em forma de coração com três tipos de chocolates diferentes (dos pequenitos, a 4 euros).

IMG_20160214_003126.jpg

 (o que o namorado recebeu...)

IMG_20160217_183830.jpg

 (o que eu recebi...)

IMG_20160217_184739.jpg

(... e o que resta dos bombons que "voaram" num piscar de olhos!)

Perdão pelo longo post. Afinal estou a juntar recebidos e comprados dos meses de Dezembro Janeiro e Fevereiro e apesar de serem vários artigos, não gastei muito dinheiro graças aos saldos e às promoções, e o restante dinheiro do pé-de-meia foi para arranjar um dos meus dentes que me tem dado pesadelos. Provavelmente será o assunto do próximo post, mas até lá, que venham mais e boas novidades!

 

E vocês, como têm estado?

Boa noite,

Daniela

 

 

Feliz Natal!

A todos vós que por aqui passam, desejo-vos um Feliz Natal! Recheado de coisinhas boas, amor, saúde, paz e felicidade. Cá por casa as prendas já se abriram. Mas a consoada foi diferente. Em família, de certa forma.

Lembrei-me um pouco do quão bem sabe uma noite de Natal mais agitada com risos e alegria, a recordar o bom passado e a apreciar o presente. Não tive todos os que queria em meu redor, mas estive lá bem perto. Tinha a ideia de que me faltava qualquer coisa este ano no Natal e senti a vibe natalícia a ir pelo cano até subir ao terceiro andar com um bolo de aniversário e ser recebida com alegria.

Acho que seria felicíssima se nevasse hoje, na terra onde raramente neva. Mas já me dou por feliz no aconchego dos lençóis.

 

Obrigada.

A autora

foto do autor

Light Purple Pointer
Follow on Bloglovin

Quem passou por cá ♥

Mensagens

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D